Como Ter Cachos Perfeitos?

] Da Unimes (Santos-SP)


Antes de se transformar na casa dos seus sonhos, o imóvel - mesmo que seja novo - vai ter de passar por uma reforma. Para ter o efeito mais próximo possível do imaginado, um momento crítica é a da contratação da mão de obra. Por fim, nem ao menos os melhores utensílios resistem a profissionais mal qualificados.



Como fazer pra escolher o pessoal direito e não ter aquelas dores de cabeça típicas de obras, como atrasos, sumiços de trabalhadores, estouro de orçamento, sem tratar em serviços mal feitos. Desse modo, da contratação do arquiteto à do pedreiro, é necessário muito cuidado. De acordo com os entrevistados pela reportagem do UOL, a melhor forma de descobrir bons profissionais pra uma reforma é no “boca a boca”, de forma informal. http://netdivertindose9.soup.io/post/659326310/Diminuir-Celulite-Poss-vel As referências de mão de obra são adquiridas informalmente mesmo.


Procure apresentar com os vizinhos e populares a respeito os serviços anteriores prestados e peça os contatos”, reconhece Haruo Ishikawa, vice-presidente de relações capital-serviço do Sinduscon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo). É razoável que se pergunte para amigos e algumas pessoas do mesmo prédio que tenham efetivado reformas a respeito da recomendação de profissionais.


Também é possível localizar profissionais de construção civil pela internet e em guias (como as páginas amarelas). A carteira de serviço destes profissionais indicará sua profissão, todavia o melhor é obter referências dos profissionais com organizações ou pessoas pra quais agora tenham prestado serviço. Realmente compensa assim como visitar uma obra que o profissional tenha executado, e ver se a o serviço foi feito com capricho.


  • UOL Esporte vê Tv
  • Como fazer seu texto, imagens e design geral funcionar para dispositivos móveis
  • Quanto tempo terei acessível
  • 3 colheres de sopa de quinoa em flocos

É primordial que o consumidor seja amigável e simpático com o pessoal da mão de obra, o que torna o ambiente melhor no decorrer da realização da reforma. Converse sobre o trabalho e comente o que espera do repercussão encerramento. Lide com os funcionários sempre por intermédio de um líder e com educação.


Quem apresenta bronca à http://bemestartecnicas44.affiliatblogger.com/14714211/gerar-um-web-site-gratis . “Sempre trate o profissional com respeito e educação. Fiscalizar os serviços e comandar com educação não irrita o profissional”, diz o engenheiro Rafael Queiroz. Explique com cuidado porque é respeitável tomar cuidado com estabelecidas tarefas. O emprego de gírias e de uma forma de se expressar mais informal, como "oferece um talento especial na pintura deste forro" são comuns e bem compreendidos pelas equipes.


Se estiver preocupado com um tempo, vale combinar uma “caixinha” e pedir a execução antecipada. Pequenas gratificações são bem-vindas entre os profissionais, contudo não exagere. O professor do Senai, Luiz Roberto Gasparetto, aconselha a contratação do profissional por valor digno e alinhado ao praticados por profissionais qualificados que atuam no mercado.


O arquiteto Fernando Forte, do escritório FGMF, dá uma dica sobre a contratação pra reformas. “Infelizmente, no Brasil a mão de obra da construção civil é muito insuficiente especializada. Entretanto, insista pela pesquisa por profissionais que tenham alguma especialidade”. https://wallinside.com/post-64359199-como-terminar-com-a-celulite-em-sete-passos.html , o morador necessita fazer o máximo de visitas possível e sempre procurar avaliar se os diferentes profissionais estão alinhados com o resultado término da obra. Mesmo caso exista um engenheiro ou arquiteto gerenciando o serviço, é recomendável checar a obra uma vez por semana. É comum que se faça um contrato formal, no entanto isso depende muito do tipo de profissional e dos valores envolvidos.


Se optarem pelo contrato, https://wallinside.com/post-64388089-5-ideias-criativas-para-aumentar-o-trfego-do-teu-blog.html necessitam decidir prazos de efetivação, datas de pagamentos (a todo o momento vinculadas à entrega de alguma etapa do trabalho), valores, definição do escopo, responsabilidades (como atender às normas e exercer com particularidade) e garantias. http://qualidadedevida96.iktogo.com/post/vitria-valorizao-e-modelo-de-superao-de-wagner-pela-itlia de pequenas reformas, é incomum que se necessite mostrar um tipo de contrato em cartório.


Por este caso, o mais fácil é controlar os pagamentos de acordo com as etapas concluídas do trabalho. O coordenador técnico da Instituição Senai de Construção Civil, Luiz Roberto Gasparetto, aconselha estabelecer um contrato de prestação de serviço com identificação do prestador e tomador de serviços. “Procure clarificar uma proteção das duas partes envolvidas no negócio e quais são as responsabilidades de cada uma das partes, inclusive com conexão à aquisição dos materiais, objetos e ferramentas a serem utilizadas ao longo da promoção do serviço”, diz.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *